Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Cláudia.

Quando era ''pititi'' sonhava ser jornalista porque queria contar histórias. Não era aparecer, tentar subir até ao papel de ''apresentadora'', nem tão pouco fazer parte do glamour  da televisão. O que eu queria mesmo era levar histórias às pessoas. Gente real, gente de verdade, de todos os dias. Vidas que inspirassem os outros a ser e a fazer melhor. Histórias.... 

Há semanas, trouxe a Cláudia à televisão e fiquei mesmo, mesmo, feliz por isso. Porque a Cláudia me mostrou, de uma forma muito simples e muito clara que, mais do que o que nos acontece, o que determina a nossa vida é a  postura que adotamos perante as coisas. Que ser feliz é uma escolha de todos os dias, e não uma ''tirada de sorte''. 

Tenho a certeza que a Cláudia chegou ao coração de muitas pessoas em casa, e eu, devagrinho, vou sendo aquilo que sempre quis . Uma contadora de histórias bonitas.