Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A receita mais fácil (e mais quentinha) deste Inverno.

 

 

Fiquei de vos apresentar a Rosa ontem, mas faltei ao nosso encontro. Desculpem, foi completamente impossível!

Este fim de semana andei de um lado para o outro, a comparar preços, marcas, capacidade de memória, qualidade de imagem, e mais uma remessa de coisas das quais pouco ou nada compreendo, mas que são precisas quando queremos comprar uma, neste caso, boa máquina fotográfica.

Se bem que para mim os objectos têm é de ser giros, giros, giros (os detalhes técnicos entrego-os ao homem), mas sobre isto falaremos amanhã. 

 

Disse-vos aqui que quero muito partilhar convosco alguns dos meus blogs favoritos, dedicados à arte de bem cozinhar e, no meu caso, de fazer crescer água na boca. Oh tentação! 

 

Entrei na cozinha da Rosa -''Be Nice, Make a Cake''- por acaso, há já algum tempo, através de uma página qualquer. E este blog podia perfeitamente ser também isso: ''uma página qualquer'', um blog como tantos outros, escrito por uma mulher com ''mão'' para a coisa, como tantas outras mulheres.

Mas não é. 

O blog da Rosa é um lugar onde tudo parece fácil de fazer. Onde de repente, o q.b ( que sempre me assusta, já que não faço puto de ideia o que significa, na prática, o tramado do ''quanto baste'' ) deixa de constituir um entrave.

Onde o instinto com que parece ordenar os passos nos faz crer nisso mesmo: que é tudo uma questão de instinto, de inspiração, e sobretudo de vontade! 

 

Confesso que muitas das receitas nem chego a experimentar. Entretenho-me a lê-las, a surpreender-me com algumas combinações improváveis, e a guardar aquelas que penso um dia ser capaz de preparar. Talvez um dia. Um dia de festa, um dia em que receba visitas cá em casa, um dia em que acorde para aí virada, no fundo!

 

Deixo-vos uma daquelas que já experimentei e que adoro de paixão! 

É uma daquelas receitas que nos parecem proibidas, altamente calóricas, mas que depois não fazem assim tanto mal. Porque a Rosa as torna menos ''inimigas'' da balança. Porque a Rosa as torna amigas íntimas do coração. Especialmente nas noites frias de Inverno. 

 

Eu não conheço a Rosa, trocámos apenas um ou dois emails, mas tenho a certeza de que o ingrediente fulcral para o sucesso desta página ( podem clicar aqui) é o mesmo ingrediente que a minha mãe sempre me ensinou ser preciso na confecção de uma boa receita: amor. Muito, muito, amor.

 

Espero que gostem tanto quanto eu.

 

 

 

 Para seis copinhos de café: 

 

 

 

 

100gr de chocolate preto (partido aos bocadinhos)


 2 embalagens de iogurte grego


1 colher de chá de extracto de baunilha (podem substituir por 2 colheres de sopa de café, acabado de fazer)


Canela em pó (para servir)

 

Comecem por derreter o chocolate em banho-maria. Retirem do lume e deixem arrefecer um pouco.
Junte os iogurtes e a baunilha, envolva tudo.
Divida o pudim em copinhos e leve ao frigorífico por 10 minutos para endurecer.
Na altura de servir polvilhe com canela (se preferir use chocolate ou açúcar, ambos em pó).
E com esta chuva maravilhosa lá fora, nada melhor do que estes ChocolateCups! 

 

 

 

 

 

 Love*Love*Love

 

 

 ps. Tal como a receita, todas as fotos pertencem ao blog Ben Nice, Make a Cake.