Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Chá de ''mimo'' by Mãe.

Como já aqui disse muitas vezes, o estômago é indiscutivelmente o meu ''órgão do mal''. 

E assim, consciente da cruz que carrego, resta-me garantir que este pequeno ''saco de ácidos e de cólicas'' se mantém na luta, pelo menos por mais cinquenta anos!

E para que assim seja, há um conjunto de cuidados que preciso ter todos os dias! Para garantir que não chego à noite toda torcida, azeda, inchada!

São pequenos truques a que já me acostumei, que aplico sem pensar, numa espécie de rotina certamente partilhada por inúmeras velhinhas, em todas as casas de repouso, por este país fora! 

Na minha gaveta de primeiros socorros não faltam pastilhas, comprimidos, saquetas... para tomar antes da refeição, depois da refeição, quando dói, quando achamos que pode vir a doer, quando estamos às portas da morte, ou quando nos apetecer despachar um porco preto, inteiro, sem sofrimento! Enfim, já experimentei tudo e mais um par de botas, e nada, mas mesmo nada, me ajuda tanto a acalmar a fera quanto uma caneca de chá quente. É o meu maior companheiro de luta! 

Há semanas, depois de uma crise encomendada por Satanás, a progenitora preparou-me uns frascos de chá e enviou para Lisboa. ''É um chá indicado pela dona X, que percebe muito dessas coisas e que garante ser espectacular'', disse senhora dona mãe, enquanto me enfiava uns 6,5kg de erva (salvo seja) dentro da mala.

O certo e sabido é que o bendito chá é mesmo bom. E que acalma o estômago, dando-nos a sensação de que, cá para dentro, todo o processo digestivo se desenrola dentro da normalidade. Sem complicações nem embrulhos.

Todas as noites, uma hora depois de jantar, fervo água e atirou uma mão cheia de ervinhas na panela (que não é bem uma panela, mas que não sei como se chama).

Não sei dizer-vos de que ervas se trata (espero que esteja tudo dentro da legalidade), mas sei que resulta... e se resulta, então a gente bebe!

 

PS. Para gente sofredora, como eu, deixo outra dica: água fervida com um raminho de hortelã. Experimentei na Holanda (lá bebe-se muito nos cafés) e realmente acalma... ah, e chá de gengibre! Experimentem.

 

Love*Love*Love