Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

E depois do adeus, Adeus.

Li numa parede muda de Alcântara, e não esqueci. Há 5 anos.

Guardei. Sem precisar dela guardei. Não que soubesse que me seria ‘’futuro’’, mas porque há em mim uma qualquer atração pela tristeza e pelas dores cinzentas.

 "Depois do Adeus, adeus".  O Z que fecha o dicionário. A sobremesa, o digestivo, o café da vida.

Depois do Adeus só mesmo o Adeus… Deus, para os sortudos que encontram força na fé. Depois do Adeus, só há mesmo o Adeus….já diz Alcântara, cheia de razão.