Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Eu queria um destes, só porque sim:

(Quem não tem uma listinha de coisas que adoraria comprar, mas das quais não tem falta absolutamente nenhuma, que atire a primeira pedra ao consumismo. Esse incompreendido).

 

 

 

 

Queridos leitores, ponham os olhinho nesta boneca tão, mas tão, gira (com cores mais giras ainda) e digam lá que não é um mimo?

Sabem o que é? Não tentem sequer adivinhar porque não chegam lá.

Isto, basicamente, é um doseador de detergente para a loiça. Sim, um doseador. Agora expliquem-me lá vocês como é que uma coisa tão ''bilú-bilú'' pode ter uma função tão desnecessária?! Quem é que pode, em tempos de crise, arranjar uma desculpa mental que justifique tal compra? Ninguém.

''Ahhhh que aquilo que me dava mesmo, mesmo, jeito agora era saber a quantia exacta de produto que despejei na esponja para lavar dois pratos e metade de outro''?! Oi?

Pessoalmente, acho esta bonequinha extremamente querida (está à venda na Loja Capitão Lisboa), mas nunca lhe atribuiria tal função. Nunca a faria passar o resto dos seus dias de frente para a pia, a contemplar os restos do jantar, ou a respirar aquela espuma, que eles dizem cheirar a limão e transportar-nos para os mais exóticos destinos, mas que afinal cheira a produto para casa de banho e não nos leva para lado nenhum! 

Vejo-a por exemplo no quarto. Na cabeceira... muito queridinha, em modo queque!

Agora, doseadora?Puf....

 

Gosto mesmo desta peça, mas lá está... não me faz falta absolutamente nenhuma.