Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LARANJA

 

 

Cor de laranja. Forte, mas não tão forte quanto o encarnado,

que desde sempre pertence ao armário da minha mãe.

 

''Todos temos a nossa cor e o encarnado é a minha'', diz ela.

Diz porque acredita que Deus, quando nos faz, pensa em tudo! Estuda o conjunto completo.

Já eu acho que a cor que nos veste vai ao encontro daquilo que somos.

E se encarnado é alegria, é vida e é amor, então está certo que pertença à Dona Mãe.

 

 

Este fim de semana, farta das cores frias de Inverno, vesti ''alegria'' para descer até ao Alentejo.

Ele que está sempre de bem com o céu. Que é todas as cores, dependendo da hora do dia.

 

Este Domingo, vesti Primavera da cintura para cima, e senti-me mais solarenga...mais bonita até.

A minha cor é o branco. Depois o preto...

Mas há dias em que também gosto de ser cor. Esta cor...

 

E sempre que desço a casa, vestida de preto ou de qualquer outro tom ''triste'',

a mãe pede-me que coloque ''qualquer coisa ao pescoço''. Qualquer coisa que brilhe ou que dê vida ao outfit.

Este Domingo fui visitá-la, de surpresa, e resolvi vestir uma das suas cores favoritas!

Porque sei que gosta de me ver iluminada... porque as mães querem-nos sempre coloridas. Por dentro e por fora.

 

Ontem, quando regressei a Lisboa, ligou-me para dizer que gosta muito de mim. Que estou muito bonita... 

É por isso que gosto do Laranja. Deste laranja.

Porque está perto do encarnado da minha mãe, e porque me faz brilhar aos olhos dela.

 

Love*Love*Love

 

 

Fotos : https://nalexandremarques.jux.com