Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

LXFactory

Gosto da LxFactory. Muito!

Há quem torça o nariz e acuse esta sexy área industrial de promover a ''snobeira'' alfacinha, ideia que não está totalmente errada, mas que não faz justiça aquilo que se experiencia num dos sítios mais cool desta Lisboa moderna.  

É engraçado falar de um ''sítio'' com tanto ênfase, quando na verdade estou a falar de ''uma rua e metade de outra''.

A LxFactory é, para mim, o percorrer de uma rua cosmopolita, instalada no coração da tradição. Alcântara, imagine-se!

A Lxfactory é um forno de onde saem ideias quentinhas. É um espaço que abriga novos negócios, negócios com pinta, com diferença!

Se é frequentada por ''gente de bem''? Se no brunch de Domingo encontramos a ''Leonor'', a ''Constança'', e o ''João Maria'', vestidos pela Lanidor Kids, a passar ''ca'' a mãe e ''cu'' pai? Sim, encontramos. 

Mas eu, que não me considero de todo parte de uma elite social a apontar para o queque, sinto-me muito bem por lá. Mesmo muito bem!

Este Sábado, apesar do mau tempo, fui à Lx com o Dom Homem para ''brunchar'':) 

O Chefe Nino, de que vos falarei nos próximos dias, tem os melhores croissants da cidade, uma proposta de brunch bastante simpático, num estilo meio afrancesado que muito me agrada!

A LxFactory merece uma visita vossa, para comprar um presente original, para procurar peças e decorar a casa nova, para comer qualquer coisa gostosa, para descontrair.

É um lugar onde sinto que, de facto, há muitas Lisboas dentro desta cidade. Umas mais tradicionais e bairristas, outras mais arrojadas e irreverentes. Todas tão bonitas, todas tão especiais. Tão inspiradoras e inspiradas.

 

Passem por lá...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Love*Love*Love