Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Chefe Nino

Como vos disse AQUI, este fim de semana estive na Lxfactory a ''brunchar'' com o meu respectivo.

Não é uma coisa que faça muitas vezes (tomar um brunch na rua), e normalmente opto pela versão ''homemade'' da coisa.

Primeiro porque preciso de comer imediatamente depois de acordar (o meu estômago é muito sensível), depois porque me fica muito mais barato: um brunch, no mínimo dos mínimos, custa dez euros por pessoas, ora com vinte preparo uma mesa bastante aceitável para nós os dois. Com menos, até!

Então se em casa comes mais por menos dinheiro, porque é que lá vais?, perguntam vocês. 

Porque há dias em que sabe mesmo bem chegar, pedir, ser servido, pagar e ir embora. Não ter de fazer nada, não mexer uma palha!

Depois, porque nem todo o brunch é igual, e há realmente alguns que valem a pena! Que nos fazem crescer água na boca, que nos servem menus diferentes, requintados, variados, metendo o nosso ''home made brunch'' no chinelo! 

O Brunch do Chefe Nino não é uma coisa assim absolutamente espectacular! É bom, não tem muita quantidade (perfeito para pessoas como eu, que ficam cheias muito rapidamente) mas tem óptima qualidade! Aliás, é esse o grande trunfo do ''Nino'', a qualidade dos produtos!

Confesso que lá vou mais pelo homem, que adora os croissants (quando nos conhecemos falava muitas vezes ''daquele espaço na Lx onde despachou cinco croissants seguidos), e pela decoração acolhedora, pela simpatia, e pelo jeitinho ameninado que nos faz sentir em casa.

Desta vez, o brunch era composto por uma bebida (chá de frutos vermelhos ou sumo natural), croissants, diferentes tipos de pão, quiche, doce de morango, queijo de cabra com mel e nozes, salada de melão com rúcula e sementes, ovos com maionese e salsa, sopa de tomate, e iogurte natural com granola. Dito assim parece IMENSO, mas não é! É apenas um pedacinho de cada coisa, o que nos permite provar tudo sem nos sentirmos a abarrotar! 

 

Se lá forem ao fim de semana, até às 15:30 apenas podem pedir o brunch. Caso passem por lá mais tarde, ou durante a semana, há uma enorme variedade de crepes, doces e gelados que contribuem para a boa fama do espaço! 

 

Vale a pena. Passem por lá, porque vão gostar.

 

Ah, o preço do brunch, se não me engano, é qualquer coisa como 11 euros. Nada de exorbitante.

 

 

 

People who love to eat are always the best people :) 

  

 

A sopa era absolutamente deliciosa!!!! De tomate, muito aveludada, cremosa, e temperada com ervas aromáticas. 

(O queijo de cabra com nozes não sei dizer... o dom homem afiambrou-se com a minha parte. O sonso do costume, nada de novo).

 

 Detalhes, muitos detalhes...

 

 

 

Love*Love*Love

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.