Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Saudades da ''bloguice'' diária.

Como todos já perceberam o blog sofreu uma paragem do miocárdio e encontra-se agora em estado coma. 

É triste, pesa-me na consciência (especialmente na hora em que vou dormir e penso em tudo o que deveria ter escrito), mas tem sido impossível reanimá-lo. Im-po-ssi-vel. 

Ainda não consegui vir cá explicar-vos em detalhe, mas a vida mudou do oito para o oitenta, de um dia para o outro, assim... à bruta!

E esta era uma mudança que o corpo pedia. A reviravolta que tinha de acontecer para que um milhão de outras coisas pudessem também chegar.

Porque isto de mudar faz parte. Mudar é bom. Mudar implica risco, adaptação, e adaptação pressupõe tempo. Coisa que me falta! 

Basicamente, a minha ausência deve-se a isso: ao reajustar do dia-a-dia, à readaptação e ao foco afinado noutras direcções.

Saio de casa cedo (não muitoooo cedo, mas confesso que vontade de escrever pela aurora é coisa que não me assiste), e regresso sempre tarde. 

Moída. Desejosa de cair no sofá me modo lontra, ou de compensar o meu amor pelos beijinhos que deixo de lhe dar todos os dias. Tantas horas.

A vida mudou, mudou para diferente e espero que para melhor. Mas o blog não vai morrer e é isso que vos vim dizer.

 

Que vamos voltar em força, qualquer um destes dias, e que tenho saudades disto. 

Que até lá gostaria muito que continuassem a passar por cá e a fomentar o meu sentimento de culpa!  Pode ser?

Dão-me mais dois ou três diazinhos? Vá lá!!!!!! 

 

Olhem que estou a pedir com muito, muito, jeitinho!!! 

2 comentários

Comentar post