Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Uma menina nunca deve escrever sobre o seu hemisfério Sul, pois não?

Sempre tive orgulho em trazer comigo, acima das partes baixas, uma santa bexiga.
Uma bexiga que era uma jóia de moça e que não dava trabalhinho nenhum. Uma bexiga que dormia noites inteiras, que nunca me pôs em trabalhos, que nunca me obrigou a acordar para o chichi nocturno...olhem, nem se dava por ela! 
Bebo para aí dois litros e meio de água por dia, passo as tardes na casa de banho, sim,  mas quando chegava a noite era um descanso.
Agora não sei o que se passa, mas raras são as noites em que não tenho de me levantar para o xixizinho das quatro e picos.
Aborrece-me,  muitas das vezes desperta-me, e desde que começou este fandango nunca mais tive uma noite descansada.
Estou farta desta nova rotina-urinária, e por este andar vamos ter de antecipar a coisa, passando a comprar Lindor no supermercado, e não estou a falar daqueles chocolates espectaculares.

Tinha uma bexiga santa, que tinha, e agora tenho uma idosa incontinente sentada por cima das minhas partes baixas. A bem dizer é (só) isto. Bom dia.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.